o que e, como funciona e quais são os riscos

Foto do autor
Written By Livia Andrade

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur pulvinar ligula augue quis venenatis. 

[ad_1]

iStock

A fertilização in vitro é de reprodução humana assistida, quando o óvulo é fertilizado externamente e, depois que os embriões se desenvolvem, são transferidos para o útero. Para melhor explicar o tópico, confira o que disse a ginecologista Camila Sampaio Nicolau, técnico em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida:

O que é uma fertilização in vitro?

Segundo um ginecologista, uma fertilização in vitro A média de valores do procedimento é de R$ 15 milénio a R$ 30 milénio.

Quando é indicado fazer uma fertilização in vitro?

iStock

A doutora indicou que a fertilização in vitro foi feita nos casos de apresentação de problemas nas tubas uterinas ou feitos de laqueadura, homens com mudança na produção de espermatozóide idade ou vasectomia prévia, pares homoafetivos, presença de distúrbio de ovulaçrbio, infertilidade ou seja feito materno avançado.”

Porquê funciona a fertilização in vitro?

Camila também explicou quais são as etapas do processo de fertilização in vitro. confira aquém os detalhes:

Estimulação ovariana

iStock

Neste processo, “é feito o uso de medicamento verbal e injetável com personalizado, que estimulam a produção de óvulos”, explicam.

Séquito do propagação folicular

Segundo Camila, é feito por meio da ultrassonografia, para que “seja provável saber o momento ideal de coleta dos gametas femininos”.

Coleta de jogos

iStock

A técnico em reprodução humana conseguiu que a “coleta de gametas femininos (óvulos) é feita por meio da punção ovariana e os masculinos (espermatozoides)”.

Fecundação em laboratório

A técnico explicativo que “a fecundação é realizada no laboratório de embriologia e, seguidamente é observada o desenvolvimento embrionário período de 6 dias”.

Transferência para o útero

iStock

“A quinta e última lanço consiste na transferência do embrião para o útero, continuar seu desenvolvimento”, finalizou Camila.

Essas são as cinco etapas da fertilização in vitro. Continue a leitura para saber sobre as chances de sucesso, possíveis complicações e a diferença para a inseminação sintético.

Quais são as chances de sucesso do processo?

A ginecologista explicou que “o sucesso do procedimento está ligado à idade da mãe, sendo levante um fator determinante”. Ela complemento explicando que até os 35 anos a taxa de sucesso é de 35% a 40%. Por último, afirmou que “depois os 40 anos cai para 20% e 42 anos para 5%”.

Camila também falou sobre que o tempo para fertilização in vitro dar claro “pode variar de 10 a 12 dias realizado a transferência do embrião no mesmo ciclo, depois 10 dias da gravidez do embrião, já pode confirmar uma gravidez”.

Há alguma complicação importante de ser conhecida?

iStock

Conforme Camila, não existem riscos ou complicações. “A teoria é que seja realizada em núcleo cirúrgico, com anestesia, para evitar desconforto ou desconfortos para o paciente.” Inclusive, um técnico divulgado que a duração é de aproximadamente 15 minutos, ou seja, é um procedimento rápido.

Fertilização in vitro X inseminação sintético

Camila trouxe também a diferença entre a fertilização in vitro e a inseminação sintético. No caso, a fertilização in vitro é “realizada totalmente dentro do útero, ou seja, o óvulo e espermatozóide se encontram fora do organização”. Já na inseminação, “o espermatozoide é pronto e depositado no útero, para encontrar o óvulo nas tubas uterinas e formar o embrião dentro de uma delas, ou seja, no corpo da mulher.”

Porquê você pode escoltar supra, a fertilização in vitro é feita fora do útero, com a inserção do embrião, além de ser realizada em casos diferentes. Consulte seu item sobre a possibilidade de realização do procedimento e estudogologista sobre a possibilidade de ler também a material sobre o estudogynecologista para ler.

[ad_2]

Deixe um comentário