Pular para o conteúdo

o que é, quais são as causas e tratamentos indicados

[ad_1]

Envato

A gravidez é uma tempo de muitas mudanças no corpo da mulher. Uma delas é o rosto de cloasma, que é o desenvolvimento de manchas escuras na pele. Conforme a dermatologista Dra. Priscila Pavezzi (CRM 29231), professora de Dermatologia da PUCPR e Dra. Silvana Cogh (CRM 83078) da Rede de Hospitais São Camilo SP falaram sobre nascente ponto.

O que e o cloasma

A Dra. Priscila explicou que o cloasma ou cloasma gravídico é um termo usado para descrever a ocorrência do melasma durante a prenhez. A Dra. Silvana explica que “é uma patologia que apresenta manchas escuras na pele, geralmente irregulares e simétricas de cor marrom ou acastanhada”.

Porquê informaram que são principalmente informações simetricamente distribuídas nas regiões expostas, porquê na testa mas aparecem, aparecem lábio, nariz, queixo e também podem comparecer nos braços, pescoço e pescoço.

O que culpa o cloasma

Envato

Conforme informado à Dra. Silvana, “o melasma não tem culpa definida, mas geralmente está associado a fatores genéticos e hormonais ao uso de anticoncepcionais e da gravidez”.

“Quando aparece na gravidez pode ser chamado “cloasma gravídico”, pois com uma subida concentração hormonal nesta tempo, a mulher está predisposta a desenvolver nascente tipo de mancha escura nas áreas expostas”, explicou.

Ela complementou, dizendo “pode ocorrer pela exposição à radiação ultravioleta e luz que é observada por telas de computadores, celulares e lâmpadas”.

Ja Dra. Priscila acrescentou que a culpa do melasma é multifatorial e que o fator mais importante é a exposição solar.

Segundo ela, “a luz UV induz a produção de espécies reativas de oxigênio na pele que posteriormente promove a produção de melanina. Outrossim, a radiação UV induz a produção de hormônio estimulador dos melanócitos que aumenta a produção de melanina.”

Porquê tratar o cloasma

De combinação com “o tratamento é a base de hidroterapia da Silva tópica, com ingredientes de quinona, retinoides, ácido glicídico, além de peelings químicos, microagulhamento e alguns poucos pigmentos por ação mecânica e outros que destroem o pigmento mecânico e não pelo calor”.

Para Pris, o tratamento “é muito reptador e, sem dúvidas, o mais importante no tratamento é o tratamento rigoroso à exposição solar.” Sem esse desvelo, “os nossos estão muito sucedidos para fracassados ​​ao fracasso”. Outrossim, em alguns casos é importante evitar uma exposição a estrogênios exógenos.

Porquê você pode evitar o cloasma

Envato

Porquê visto, tratar manchas na pele e muito difícil. Por isso, a prevenção é muito importante para não desenvolvê-las. Veja aquém porquê orientações das dermatologistas para prevenir o cloasma:

  • Evitar uma exposição ao sol;
  • Usar o protetor solar e reaplicá-lo 3 vezes ao dia;
  • Aplique o protetor solar mesmo em dias de chuva e sem sol;
  • Usar fotoproteção não só no rosto, mas em todo corpo;
  • Usar protetor solar à pele contra a luz visível que protege;
  • Realizar tratamento adequado para o seu tipo de pele e tipo de melasma.

A Dra. Priscila Direta que informou que há uma “relação do melasma com a atividade hormonal feminina, pois é generalidade nas mulheres do que nos homens mais importantes e pode se desenvolver ou piorar durante a gravidez e com o uso de anticoncepcionais orais”.

Cloasma X melasma

Silvana explica que o cloasma é um termo vetusto usado para manchas na gravidez sendo descrito porquê cloasma gravídico.

Já Priscila acrescentou que “o cloasma e derivada da termo grega cloazeína, que significa “ser virente”. Agora, a termo melas também é grega e significa “preto”. No entanto, um profissional comentou que o melasma é o termo preposto, uma vez que a pigmentação não se apresenta essada.”

Porquê visto, o cloasma é um tipo de mancha desenvolvido na gravidez que pode ser minorado ou tratado seguindo as orientações de um dermatologista. Aproveite e outros tipos de manchas escuras e seus tratamentos!

As informações contidas nesta página têm meramente meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e seguimento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de ensino física e outros especialistas.



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

pt_BRPortuguese